segunda-feira, 24 de março de 2014

A Saúde em Destaque na IV Semana da Saúde da ESDR


Pela quarta vez, a Equipa de Educação para a Saúde trouxe à escola diversos técnicos para promover a SAÚDE!

A equipa de educação para a saúde dinamizou a IV Semana da Saúde que decorreu de 17 a 21 de março na escola.

Esta semana teve como objetivo primordial munir o público estudantil, adolescentes e jovens, de conhecimentos, atitudes e valores que os ajudem a fazer opções e tomar decisões adequadas relativamente à sua saúde e ao seu bem-estar físico, social e mental.

Certo é que, embora ao longo de todo ano letivo se realizem atividades nesta área, é nesta semana que ocorre a maior sensibilização da população escolar. Assim, ao longo da semana, realizaram-se atividades de sensibilização nas áreas da alimentação saudável, da segurança individual e coletiva, da prevenção dos consumos nocivos e comportamentos de risco, da prevenção da violência em meio escolar e ainda da saúde afetivossexual e reprodutiva. As diversas ações e abordagens estiveram a cargo dos muitos convidados da Equipa da Saúde que contou  com a colaboração da Dr.ª Cidália Ponte do Hospital Divino Espírito Santo, da ARRISCA, com  a Dr.ª Suzete Frias e demais  técnicas, de agentes da PSP, da Dr.ª Elisabete Cipriano  da C.S.Ponta Delgada e da Escola Superior de Enfermagem da Universidade dos Açores  com a sua diretora - M.ª Leonor Melo Raposo e com o professor Alberto Duarte. Fica desde já expresso a todos o nosso agradecimento pela  preciosa cooperação. 

Nas atividades, em geral, participaram cerca de 1100 alunos dos 7.º, 8.º, 9.º, 10.º, 11.º e 12.º anos do ensino regular, PROFIJ, ensino profissional e programa oportunidade.                            


É de salientar que atividades como as referidas são de indiscutível importância, ainda mais tratando-se do universo escolar e do âmbito dos cuidados de saúde primários, não só pelo seu papel na promoção de saúde, na prevenção, resolução ou encaminhamento de problemas detetados, mas também pelo seu contributo para a criação de condições ambientais e de relação com a própria escola, procurando-se, claro está, ir ao encontro do preconizado pela lei em vigor.

Esperando que o contributo tenha surtido efeito positivo, resta alimentar contínua e paulatinamente no dia a dia escolar os principíos divulgados, reforçando as vantagens de uma vida saudável para o bem individual e mesmo coletivo.

Uma sociedade esclarecida e saudável é seguramente uma sociedade melhor.  Haja saúde!

Coordenadora Célia Figueiredo
Enviar um comentário