sexta-feira, 18 de março de 2016

Torneio de Badminton 2016

Realizou-se nos passados dias 17 e 18 de março mais uma edição do torneio de badminton, atividade que já se realiza há seis anos consecutivos e que tem sempre muita procura e participação. Inscreveram-se 120 alunos e, tal como nos anos anteriores, foram criados dois escalões de idade que competiram em diferentes dias. A competição foi organizada em séries, no início, e em eliminatórias dos apurados até às finais para os 1º,2º e 3º lugares, o que permitiu a realização de 187 jogos. Apesar deste número de jogos o Departamento de Educação Física organizou o torneio com uma eficiência digna de destaque, fruto também da experiencia acumulada.

Resultados

Jovens femininos

1ª Sara Nunes
2ª Beatriz Barcelos
3ª Maria Pereira

Jovens masculinos

1º Miguel Lopes
2º Diogo Freitas
3º Diogo Caçador

Séniores femininos

1ª Isabel Leite
2ª Sara Carvalho
3ª Adriana Costa

Séniores masculinos

1º Alexandre Melo
2º José Sousa
3º Miguel Carreiro

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Conferência de Imprensa na Câmara de Pabianice

A finalizar a semana dedicada ao projeto, fomos recebidos no salão nobre da câmara municipal de Pabianice para uma conferência de imprensa. 
  
Perante os jornalistas presentes, a presidente da câmara, a diretora da escola e a coordenadora do projeto enalteceram as mais-valias desta parceria transnacional, mostrando como o envolvimento entusiasmado dos vários intervenientes se pode traduzir num acolhimento excecional e num programa de atividades extremamente variado e enriquecedor.

Primeiro Encontro na Polónia

A ESDR está a participar num projeto transnacional, no âmbito do Programa ERASMUS+,  Ação 2, Cooperação para a Inovação e Boas Práticas, subordinado a um tema muito atual, saúde e bem-estar na adolescência, com destaque para os hábitos alimentares dos jovens - HEALTHY? WEALTHY! TOP TIPS.

 Este projeto tem a duração de três anos e conta com a participação de escolas de outros seis países: Espanha (Tenerife), Itália (Sicília), Grécia (Creta), Turquia, Noruega e Polónia, esta última coordenadora do projeto e anfitriã do primeiro encontro, que decorreu entre 15 e 22 de novembro, em Pabianice.

Passeio pela cidade de Varsóvia

Durante a estadia, tivemos ainda a oportunidade de ir a Varsóvia. Percorremos as principais ruas da cidade, visitando os seus monumentos mais emblemáticos, nomeadamente o Palácio da Cultura e da Ciência, vários edifícios onde viveu e estudou Chopin, a Cidade Velha, Património Mundial da UNESCO desde 1980, um exemplo de reconstrução praticamente total de um conjunto de património arquitetónico e histórico dos séculos XIII a XX. Conhecemos, também, o Castelo Real e, no Museu da Resistência Polaca, pudemos testemunhar a determinação do seu povo na libertação da ocupação nazi e, posteriormente, do regime comunista. Visitámos, ainda, as ruínas do Gueto, tendo assistido a uma aula aberta dada por um professor judeu, que nos explicou que, durante o domínio nazi, os judeus viram a sua existência confinada àquele local. Foram momentos de inegável valor cultural e histórico.

Atividades desenvolvidas no âmbito do Projeto

Quem poderia imaginar que sob a cidade de Klodawa se encontra um labirinto infindável de túneis escavados no sal? E que algo que é fundamental na nossa alimentação, ainda que com conta, peso e medida, tem colorações tão distintas?

Pois é, tivemos a oportunidade de conhecer as suas minas de sal, as maiores da Polónia ainda em atividade desde meados do século passado. Nesta visita, um dos mineiros muito nos ensinou sobre os processos de extração deste cristal e a história da mina.


No Centro de Ciência Copernicus, em Varsóvia, aprendemos mais sobre o corpo humano e o sistema digestivo. Também visitámos, em Pabianice, o laboratório  Aflofarm e, em Skierniewice, o Instituto de Horticultura e Investigação Alimentar,  que se dedica ao apuramento genético de espécies hortícolas e frutícolas, nomeadamente frutos vermelhos.

Escola Domingos Rebelo participa no Erasmus +

Polónia, uma segunda casa
O Erasmus + pela voz dos alunos: testemunho na primeira pessoa
Mark Twain uma vez disse: "Só há dois momentos na vida. O momento em que nascemos e o momento em que percebemos porquê". 

No passado dia 12 de novembro, dois alunos partiram numa viagem que os levou do conforto da ilha de Miguel aos remotos territórios polacos. E é, no âmbito desta viagem, que se inscreve este artigo.

Participar num projeto no âmbito do programa Erasmus +, independentemente da sua dimensão e duração, é uma experiência única que pode verdadeiramente mudar uma vida. E realmente mudou. Conhecemos pessoas fantásticas, vimos lugares incríveis e vivenciámos uma cultura diferente em toda a sua extensão. Desde as ruas de Varsóvia aos campos do interior, a Polónia é, de facto, um país de refinada paisagem e amáveis habitantes. Ficámos ambos com uma segunda casa nesta terra.

No âmbito do tema específico do projeto "Healthy? Wealthy? Top Tips.", aprendemos imenso sobre agricultura, biología, dieta alimentar, exploração mineira e, sobretudo, história. Claro que, a forma como os conteúdos foram apresentados ajudou bastante para cativar as nossas mentes jovens e tornou o ambiente propício à assimilação destes conteúdos.

Gostaríamos de terminar com um agradecimento muito especial às famílias que nos acolheram, aos organizadores, a todos os envolvidos e às professoras que sabiamente nos aconselharam e acompanharam ao longo desta aventura.

A verdade é que ninguém sabe o que nos espera no futuro. Estabelecemos hoje, no mundo em que vivemos, conexões que poderão um dia ser de grande valor. Podemos mesmo afirmar que, a partir desta experiência, nós próprios escrevemos uma alteração no nosso futuro e percebemos porquê.
Obrigado!
Dziekuje!

Diogo Merkelionger e Pedro Santos, alunos do 11º A

Fotos de Isabel Matriz Cabral e Margarida Maia