sexta-feira, 10 de abril de 2015

Visita de estudo CANIL MUNICIPAL DE P.D. – 9º ano, turmas D,E,F,G e H.

No passado dia 12 de novembro um grupo de alunos do 9º ano de escolaridade, da escola secundária Domingos Rebelo, visitou o canil municipal de Ponta Delgada, com o objectivo de iniciar uma campanha de sensibilização contra os maus-tratos e abandono de animais, integrada na área curricular não disciplinar de educação cívica. Surgiu, assim a ideia de criar o slogan “Este Natal ofereça um animal”.

Dada a preocupação quanto aos maus-tratos e abandono de animais decidiram ajudar aqueles, a quem se referem como seus “amiguinhos”, na procura de alguém que se disponha a adotar ou a oferecer um destes animais, aproveitando esta época natalícia, a quem deseje dar afeto e gozar da companhia de um fiel amigo.

Ao chegar ao canil, os alunos foram recebidos por Vergílio Oliveira, veterinário, o qual informou sobre o funcionamento do canil, alertou para a necessidade da comunidade ser sensibilizada para o controlo da reprodução dos seus animais, bem como, para a consciencialização dos custos e responsabilidade que um animal exige. Caso contrário, os problemas no canil agravam-se com o crescente aumento de animais que ali chegam.

Os alunos tomaram conhecimento que anualmente, em média, são adotados 400 animais. No entanto, três vezes mais não têm, infelizmente, a mesma sorte.

Ao animal que é adotado, o canil municipal de Ponta Delgada, para garantir o seu bem-estar, introduz-lhe um chip para que este nunca mais fique em situação de abandono, é-lhe aplicado, ainda, vacinação, desparasitação e direito, quando adulto, a ser esterilizado, tudo isto por um custo, a quem adota, muito irrisório, que tem como intenção consciencializar para a  responsabilidade de ter um animal.  

Da visita de estudo, ficou nos alunos a ideia, de ali haver gente dedicada ao bem-estar dos animais, de gente que diariamente espera pela visita de alguém que traga consigo a boa sorte de um animal que espera sem saber até quando!

Os alunos do 9º ano de escolaridade, Educação Cívica, Escola secundária Domingos Rebelo.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Caminhada de Páscoa

Mais uma vez, e aproveitando a interrupção letiva da Páscoa, no dia 25 de março, pessoal docente, não docente e alunos do Núcleo 2 de Atividades de Exploração da Natureza do Clube Escolar Domingos Rebelo, sob a responsabilidade da professora Cesária Magalhães, em colaboração com o Conselho Executivo, realizaram um percurso pedestre (Trilho do Agrião), entre a Lomba do Cavaleiro e a freguesia da Ribeira Quente. O grupo era constituído por 62 elementos, de várias idades, onde todos, independentemente da sua condição física, efetuaram o percurso de aproximadamente 6km, num dia esplêndido, onde o sol e a boa visibilidade estiveram sempre presentes, permitindo assim apreciar as magníficas vistas que este trilho oferece. Chegados à Ribeira Quente, alguns elementos do grupo tomaram banho de mar na praia desta freguesia, seguindo-se um almoço de confraternização num restaurante local, em ambiente bastante festivo. E venham mais atividades!




Torneio de Badminton 2015

Realizou-se nos dias 19 e 20 de Março mais uma edição do torneio de badminton na ESDR e que, tal como nos anos anteriores, teve um elevado índice de participação. Na quinta-feira dia 19 realizou-se o torneio de jovens (menos de 15 anos) masculinos e na sexta-feira o de seniores (maiores de 15 anos) masculinos e femininos e jovens femininos.

Todos os torneios foram disputados numa primeira fase em séries, no sistema de todos contra todos e, posteriormente, numa fase a eliminar até apurar os finalistas que disputaram os 4 primeiros lugares. Este modelo permitiu a realização de 224 jogos em ambos os dias.



Resultados

Jovens masculinos

1º - Henrique Massa
2º - Alexandre Melo
3º - Isaac Pavão
4º - Diogo Caçador

Jovens femininos

1º - Sara Nunes
2º - Maria Silva
3º - Iara Rebelo
4º - Carla Medeiros

Séniores masculinos

1º - José Sousa
2º - Miguel Carreiro
3º - Ricardo Pandaio
4º - Rodrigo Nunes

Séniores femininos

1º - Carla Ponte
2º - Chloe Carvalho
3º - Maria Ponces
4º - Ines Pinheiro

quarta-feira, 25 de março de 2015

Comemoração do 1.º Centenário da Revista Orpheu

O Departamento de Línguas Românicas da ESDR, nas pessoas dos docentes que lecionam a disciplina de Português ao 12.º ano, promoveram, entre 16 e 20 de março, a Comemoração do 1.º Centenário da Revista Orpheu. Para além de uma Exposição "de Cordel" de textos poéticos de alunos do 12.º ano, resultado da recriação ou da imitação de textos de Fernando Pessoa - ortónimo e heterónimos, foram também expostos, na Biblioteca, alguns dos textos de Orpheu 1 e 2 e projetado um documentário sobre a vida e a obra de Fernando Pessoa, produzido e realizado pela Rádio Televisão Portuguesa (RTP1), integrado na série "Os Grandes Portugueses". No dia 17 de março, no Auditório, a Prof.ª Doutora Leonor Sampaio da Silva, DLLM da Universidade dos Açores, apresentou, perante os alunos do 12.º ano e convidados, a palestra "Orfeu: imagens de uma geração em revista". A sessão foi abrilhantada por um momento de recital de poemas de José de Almada Negreiros, Armando Côrtes-Rodrigues, Mário de Sá-Carneiro e Fernando Pessoa, que pertenceram à geração responsável pela publicação, em 1915, dos dois únicos números da revista Orpheu, órgão difusor do Modernismo português, cujo centenário se pretendeu lembrar com as atividades desenvolvidas. O momento de recital e o momento musical, que terminou a sessão, foram da responsabilidade de alguns alunos do 12.º ano.

Professora Marta Pacheco

Aula Aberta com o Escritor Emanuel Jorge Botelho

No passado dia 19 de fevereiro, registou-se a vinda à Escola Domingos Rebelo do escritor micaelense Emanuel Jorge Botelho que proferiu uma aula aberta sobre a crónica.


Emanuel Jorge Botelho licenciou-se em Ciências Político-Sociais. Foi professor na Escola Básica Integrada Canto da Maia, escola que deu o seu nome à biblioteca. Escritor, poeta, homem culto e apaixonado pelas artes, entre as várias obras editadas, publicou 30 Crónicas e 30 Crónicas II, resultantes da compilação das crónicas que escreveu e publicou no semanário Terra Nostra entre 2008 e 2011. A convite da Doutora Ana Isabel Serpa, coordenadora da biblioteca da referida escola, Emanuel Jorge Botelho, em espaço próprio da biblioteca, teve como público alvo duas turmas do 9º ano e uma do 10º ano. A aula iniciou-se com uma reflexão sobre a crónica, um género de estudo obrigatório nos curricula de Português. Após breve troca de impressões com os alunos sobre a mesma, o escritor procedeu a uma seleção afetiva de algumas das suas crónicas, que leu, seguindo-se um momento aberto à intervenção dos participantes. Questionado sobre os temas abordados, referiu o escritor que muitos dos seus textos em análise tinham resultado de tomadas de notas que ia fazendo no seu dia a dia sobre as mais diversas situações. Daí a diversidade dos temas que vão desde o encontro com um antigo professor à chegada de dois gatos à família.

Foi com muito agrado que, mais uma vez, a Escola recebeu a visita deste ilustre escritor e antigo professor que mantém vivo o gosto pelo ensino e pelo contacto com os alunos.  

Festa da Poesia: Dar vida à Escola e à Palavra

O dia Mundial da Poesia voltou a ser este ano um momento de encontro, de alegria e de festa.

A organização do evento esteve a cargo da equipa da biblioteca, tendo contado com a colaboração do Departamento de Línguas Românicas e com a participação muito significativa de docentes de outros departamentos curriculares bem como dos alunos. Ao longo de vários ensaios, sob a coordenação do ator João Malaquias e da professora Ana Isabel Serpa, os docentes em conjunto com os alunos treinaram a leitura e a declamação de poesia. Embora se tenha dado liberdade de escolha aos participantes, no sentido de lerem textos do seu agrado, conferiu-se destaque aos poemas de Vitorino Nemésio, Antero de Quental, Natália Correia, Emanuel Félix, Renata Correia Botelho, João Pedro Porto, Fernando Martinho Guimarães, Urbano Bettencourt, José Maria Aguiar Carreiro e Leonardo Sousa. Também se decidiu estender a celebração da palavra a outras artes que com ela convivem. Assim, para lá da leitura de poemas, foi com muita honra que um vasto auditório pôde assistir à interpretação de canções, de música e à performance de magias ligadas às palavras. À declamação dos textos o grupo "O Colectivo" juntou a excelente encenação de seis poemas do poeta Leonardo Sousa. Honraram a sua presença na Festa da Poesia no dia 20 de março, na nossa escola, os poetas Emanuel Jorge Botelho, Leonardo Sousa e Fernando Martinho Guimarães. O espetáculo terminou com a atuação do Grupo Recreativo e Cultural da nossa Escola. 


No dia 21 de março, o espetáculo foi levado à Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, instituição que tem uma parceria formalmente assinada com a nossa escola. Os alunos e os professores levaram a família e os amigos. Foram, como sempre, muito bem recebidos. Estando num outro espaço, houve que adaptar a encenação, mas, com entusiasmo, tudo se fez. Não há dúvida de que a alegria da escola é este encontro feliz e eternamente renovado entre o professor e o seu aluno, numa humanidade de quem se constrói na presença do outro. Nesta noite de 21 de março, juntaram-se a nós os poetas Leonardo, João Pedro Porto, Urbano Bettencourt e Fernando Martinho Guimarães. 

O meu mais profundo e sincero agradecimento ao Conselho Executivo da escola, à Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, aos poetas convidados, a "O Colectivo", ao ator João Malaquias, aos professores e alunos envolvidos nestas celebrações e ao pessoal não docente. A palavra poética ecoou viva e comovida. Quem a disse está de parabéns!

Coordenadora da Biblioteca da ESDR Ana Isabel Serpa

Alunos do 12º ano no serviço de Pedopsiquiatria


Em janeiro, os alunos do 12º ano de AED da Domingos Rebelo visitaram o serviço de pedopsiquiatria do Hospital  do Divino Espírito Santo.

Integrado no tema "Saúde Mental Infantil" (Módulo 16), os alunos do 12º ano da Escola Secundária Domingo Rebelo, turma AED, PROFIJ IV, deslocaram-se em finais de janeiro ao serviço de pedopsiquiatria, no Hospital Divino Espírito Santo. Ali foram recebidos pelo pedopsiquiatra, Dr. Bruno Seixas, e pela psicóloga clínica, DR.ª Filipa Duarte. 

Deste modo, puderam "dar luz" às suas dúvidas relativas à saúde mental infantil e consciencializarem-se da importância da mesma na vida de cada um, em geral, e na vida de cada criança, em particular.

Fazer prevenção da saúde mental na infância é fundamental para que, não só tenhamos crianças felizes, mas também para que, no futuro, tenhamos adultos física e psicologicamente saudáveis, pois que parafraseando o velho ditado popular "de pequenino se torce o pepino". 

Sendo a família o elemento mais importante, e próximo, para a criança, ela deve preocupar-se não apenas com a sua saúde física, mas também com a sua saúde mental, já que as duas "andam de mãos dadas", influenciando-se mutuamente.

Embora a sociedade atual ainda seja muito preconceituosa em assumir problemas de natureza mental, prevenir problemas do foro psicológico deve ser um dos objetivos de todos aqueles cuja tarefa consiste em educar crianças.

"Considerando que a Humanidade deve à criança o melhor que tem para dar", Parafraseando a "Declaração dos Direitos da Criança", deve aquela preocupar-se com o desenvolvimento físico, mental e moral da criança, para bem dela e da sociedade em geral.

A coordenação desta atividade teve orientação da professora Manuela Macelo.