segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Biblioteca Escolar da Domingos Rebelo

Biblioteca Escolar da Domingos Rebelo
“Biblioteca vai à sala”, “Feira do Livro Usado” e “Newton gostava de ler?” foram algumas das atividades realizadas pela Biblioteca Escolar.
Isaura Pereira
Coordenadora da Biblioteca Escolar

A biblioteca vai à sala

Esta atividade, dirigida especialmente a todas as turmas do 8º ano, decorreu da análise feita do registo diário da biblioteca onde se verificou a parca frequência do 8º ano naquele espaço. Portanto, e como diz o povo e com razão, "Se Maomé não vai à montanha, vai a montanha a Maomé.". Deste modo, a biblioteca levou às salas de aula algumas propostas de leitura que puderam ser requisitadas no local. Penso que, pelo número de requisições feitas, granjeámos algumas simpatias e que seremos bem-vindos no 2º período ou serão eles a ir à biblioteca?! Deixamos a dica dos "Lusitubers", no Youtube, onde jovens, de uma forma muito descontraída, apresentam a sua opinião sobre leituras que fizeram.

Feira do Livro Usado

Decorreu de 23 de novembro até 9 de dezembro a "Feira do Livro Usado" na biblioteca da escola. Ali, a comunidade escolar teve oportunidade de comprar livros em bom estado de conservação a ótimos preços. Além disso, também havia um cantinho de blocos de notas que foram feitos pela nossa equipa de restauro de livros a partir da reciclagem de materiais bem ao lema "Nada se perde, tudo se transforma". O dinheiro obtido reverterá a favor do orçamento da BE e será, com certeza, bem gasto na aquisição de novos livros. Fica aqui o nosso bem-haja a todos os que colaboraram nesta atividade, tanto os que trouxeram livros como os que os compraram, porque, sem esta preciosa ajuda, a feira não teria tido tanto sucesso. 

A princesa e o cérebro que sentia demais

No dia 24 de novembro terminou mais uma aventura do 1º módulo do projeto "Newton gostava de ler!". À semelhança do que tinha acontecido no ano letivo transato, foram convidadas quatro turmas do 7º ano para conhecerem a nossa princesa cujo cérebro lhe pregava umas partidas e fazia com ela fosse extraordinariamente sensível. Esta sensibilidade exagerada deu o mote à parte experimental que se focou no sentido da visão. Assim, ficámos a saber que o efeito 3D pode ser obtido através da difração da luz auxiliada por uns óculos com a tecnologia ChromaDepth. Engana-se quem julga tratar-se dos óculos utilizados no cinema, porque esta é uma forma de obter o 3D através de uma técnica diferente. Portanto, através do fenómeno da difração da luz, o nosso cérebro pode ser enganado e, tal como a princesa, vemos as cores a ganhar volume.
Enviar um comentário