quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Comemoração do Dia Mundial da Alimentação - 16 de outubro

A ESDR dinamizou o dia mundial da alimentação

Com certeza! E haja saúde!

À semelhança de anos anteriores, a Equipa de Saúde Escolar da ESDR procedeu, a 16 de outubro, à Comemoração do Dia Mundial da Alimentação.

Assim, da parte da manhã, procedeu-se à distribuição de salada de fruta a várias turmas, sobretudo do 7.º ano, bem como aos restantes membros da comunidade escolar com a finalidade de sensibilizar para a importância do consumo da fruta. A salada de fruta foi confecionada pelas funcionárias da cantina, utilizando peças de fruta trazidas pelos alunos, além de ananases e bananas gentilmente oferecidos pela cooperativa Profrutos à qual, desde já, muito agradecemos.


Duas enfermeiras da Associação Arrisca procederam ao rastreio de hipo e hipertensão, dos níveis de glicémia e à determinação do IMC (Índice de massa corporal), tendo havido uma participação entusiástica de toda a comunidade escolar. Nas referidas avaliações foram detetados 4 casos de alunos e um adulto, com IMC superior a 30, que serão devidamente encaminhados e orientados para e pelo Gabinete de Saúde Escolar.

A Dra. Cidália Ponte, dietista do Hospital do Divino Espírito Santo, colaboradora assídua neste tipo de iniciativas, proferiu, duas palestras sobre Alimentação Equilibrada, ainda de manhã, para alunos; de tarde, dirigida aos pais e encarregados de educação. A dietista enfatizou a importância de se tomar um bom pequeno-almoço, e de como esta refeição é essencial para os alunos se manterem atentos e concentrados nas atividades letivas, bem como o facto de uma alimentação equilibrada promover o bom desenvolvimento cognitivo e ser um fator de promoção do sucesso escolar.

As atividades desenvolvidas enquadram-se no cumprimento de um dos objetivos da supracitada equipa e do Programa Regional de Saúde Escolar - valorizar a alimentação equilibrada no combate à epidemia - obesidade. 


Ora, estando a sociedade preocupada com os níveis de obesidade atingidos pela população infantil e pelo crescente nº de adultos obesos, tendo já a OMS (Organização Mundial de Saúde) considerado a obesidade: a epidemia do século XXI, estranha-se o facto de ser permitida, pelas autoridades competentes, a venda de produtos açucarados, sem valor nutritivo, à saída da ESDR, apesar de todos os esforços que a escola já envidou no sentido de evitar a situação. 

Aos convidados e a toda a comunidade escolar envolvida os nossos agradecimentos.
 
Equipa de Saúde Escolar

Um artigo do Projeto "Fora de Portas"
Enviar um comentário