sexta-feira, 20 de abril de 2012

Visita de Estudo a Berlim – Auf den Weg nach Deutschland

O projeto “Visita de estudo a Berlim – Auf den Weg nach Deutschland” (a caminho da Alemanha), iniciado em dezembro de 2010, foi finalmente concretizado durante a primeira semana de interrupção letiva da Páscoa. De 31 de março a 6 de abril de 2012, seis alunos da disciplina de Alemão do 11.º H e 12.º F, acompanhados pelas docentes Maria José Paiva e Lurdes Tavares, passaram uma semana na capital alemã.
O projecto nasceu do interesse de alguns alunos da disciplina de Alemão - Iniciação (na altura a frequentar os 10.º e 11.º anos), pela língua e cultura que estavam a aprender e que pretendiam experienciar in loco o modo de viver dos alemães. Assim, após um ano a desenvolver atividades de angariação de fundos, como vendas de bouquets e de mel, sorteio de cabazes e rifas, e organização de jantares, conseguiram angariar a verba necessária para custear toda a deslocação e estadia durante uma semana na cidade de Berlim. Contaram, ainda, com o apoio do Conselho Executivo da escola e com contribuições quer de particulares, quer das empresas Unipélago, Artur Moniz de Sá, Globaleda, Discoteca Vasco, Restaurante Super Prato, Padaria Gomes, Physis – Centro de Fisioterapia e Hotéis Plátano, bem como com o incansável apoio de familiares e amigos. Da Direcção Regional da Juventude, através do Projeto Bento Góis, aguarda-se o apoio para as deslocações entre Ponta Delgada e Lisboa.

No dia 31 de março, o grupo voou de Ponta Delgada para Lisboa, de onde partiu para Frankfurt rumo a Berlim. Para alguns dos alunos esta foi a primeira viagem fora de Portugal e a excitação era grande. Durante os cinco dias da estada na Alemanha, os alunos e professoras visitaram alguns pontos que evocam a história da cidade e do Muro de Berlim, como o Check Point Charlie (posto de fronteira entre Berlim Ocidental e Oriental), o Museu do Check Point Charlie, o Museu dos Judeus, o Museu da RDA, a East Side Gallery (1,3 km de parte do muro transformado em painel artístico) e a Nova Sinagoga. Percorreram outros pontos de interesse cultural como a Ilha dos Museus, onde visitaram o Museu Pergamon e a Catedral de Berlim, o Reichstag (parlamento alemão), tendo subido até à cúpula de onde se avista toda a cidade, a Neue Wache (atualmente um memorial às vítimas da guerra e da opressão) e as Portas de Brandenburgo. As deslocações foram quase sempre feitas a pé, tal era a vontade de ver o que Berlim tem para oferecer e de percorrer zonas emblemáticas para alunos de Alemão como Friedrichstra?e, Unten den Linden, Alexanderplatz ou Potsdamer Platz. Para alunos de Línguas e Humanidades impunha-se uma visita à cidade vizinha de Potsdam, onde “ a Rússia e os EUA ficam a apenas 10 minutos”, numa referência às representações desses dois países durante o período da Guerra Fria, tendo passado pela Ponte Glienicke, onde ocorria a troca de espiões durante aquele período. A par da visita cultural, os alunos experimentaram diversas especialidades da gastronomia alemã, observaram o modo de vida naquela cidade e aproveitaram para fazer algumas compras, pondo em prática os conhecimentos linguísticos adquiridos em Alemão e em Inglês.

A deslocação à Alemanha constituíu uma oportunidade para contactar com universos culturais diversificados levando os alunos a melhor definir a sua identidade cultural e a promover o desenvolvimento e consolidação da competência intercultural, tendo contribuído para o desenvolvimento da autonomia pessoal, dentro de princípios de liberdade, responsabilidade e solidariedade, indo ao encontro quer das finalidades do PEE da nossa escola, quer das finalidades para a aprendizagem das línguas, constantes do Programa de Alemão.


    
Ponta Delgada, Abril de 2012
Maria José Paiva e Maria de Lurdes Tavares
(professoras responsáveis pelo projeto)
Enviar um comentário