terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A filosofia e as “Jornadas da Lógica”


O grupo de professores que leciona a disciplina de Filosofia, 11º ano, realizou em finais do 1º período as “IX Jornadas de Lógica”. A atividade integrava o Plano Anual de Atividades. Nela participaram alunos do Ensino Científico-Humanístico e do Ensino Tecnológico. Para além de ser um momento de descontração e convívio entre diferentes turmas, os alunos tiveram oportunidade de mostrar os conhecimentos adquiridos ao longo do período letivo. 
 
Com o estudo da Lógica, ramo da Filosofia que estuda os princípios gerais do pensamento válido, pretende-se que os alunos adquiram competências que permitam aperfeiçoar capacidades mentais, nomeadamente de análise e de crítica, quer no discurso escrito quer oral .
 
Clarificar o pensamento e evitar erros de raciocínio, são dois dos objetivos do estudo da Lógica.
 
É que raciocinar bem significa saber apresentar bons argumentos ou razões que defendem as nossas ideias.
 
Como seres pensantes e falantes que somos, e também porque somos seres integrados em comunidades, é importante que o nosso pensamento se apresente coerente em todo o ato comunicativo; caso contrário, não seremos entendidos.
 
Conhecer as regras da Lógica, que ensina as formas corretas para raciocinar, pode permitir ao “comum mortal” distinguir o “gato da lebre” e, consequentemente, não cair em situações ou discursos falaciosos.
 
Embora todos nós consigamos pensar, sem termos plena consciência da importância da Lógica, o seu domínio permite avaliar, no contexto das relações humanas, a racionalidade das nossas opiniões e a dos outros.
 
Resta acrescentar que as Jornadas decorreram, logicamente, num ambiente de grande descontração e entusiasmo por parte de todos os participantes.
 
Venham muitas mais.
 
Até à próxima!
 
Gratos à LÓGICA!
Enviar um comentário